Biotic: ocupação será definida por meio de chamamento público

Últimas Notícias - Notícias

bioticlogobioticlogoInstituições científicas, tecnológicas e de inovação terão de 19 de março a 6 de abril para apresentar propostas de ocupação e instalação no edifício-sede do Biotic — Parque Tecnológico. Com previsão de entrega para abril, o local reunirá iniciativas que promovam ambiente favorável ao desenvolvimento do ecossistema de inovação, o fomento de pesquisas e a criação de negócios.

O edital de chamamento público foi publicado nesta sexta-feira (9) no Diário Oficial do Distrito Federal.

De acordo com o texto da seleção, as entidades que apresentarem propostas serão alocadas em salas no terceiro pavimento do Bloco B, em uma área total de aproximadamente mil metros quadrados (m²). Os concorrentes devem  indicar, por ordem de prioridade, uma das sete salas disponíveis para instalação.

O prédio com dois blocos com 9,66 mil metros quadrados abrigará ainda a Fundação de Apoio à Pesquisa do DF e a administração do parque, que ficará a cargo de uma entidade que atuará como agente de inovação, que também será definida por meio de chamamento público.

Interessados devem enviar os documentos listados no edital dentro do prazo à equipe técnica da Superintendência Científica, Tecnológica e de Inovação. O material deve ser entregue no protocolo da sede da Fundação de Apoio à Pesquisa do DF (Setor Bancário Norte, Quadra 2, Bloco C, 3º andar, Edifício Phenícia), de segunda a sexta-feira, das 10 às 17 horas.

A previsão é que o resultado final seja divulgado em 7 de maio. A assinatura do termo de permissão de uso deve ocorrer a partir de 18 de maio, e a instalação e ocupação da sala, 15 dias a partir da assinatura.

O que é o Biotic – Parque Tecnológico

Criado em janeiro de 2017, o Biotic — Parque Tecnológico visa concentrar cerca de 1,2 mil empresas dos ramos da tecnologia da informação e comunicação e da biotecnologia, com potencial para criar mais de 25 mil empregos diretos.

lei sancionada pelo governador Rodrigo Rollemberg alterou outra, publicada em 2002, que previa a instalação apenas de empresas ligadas às áreas de tecnologia da informação e telecomunicações, e dava o nome ao complexo de Capital Digital.

A área total destinada ao empreendimento tem 1,2 milhão de metros quadrados e fica entre a Granja do Torto e o Parque Nacional de Brasília. Funcionam no local o datacenter do Banco do Brasil e o da Caixa Econômica Federal, além de uma subestação da Companhia Energética de Brasília (CEB).

Fonte: Agência Brasília