Engenheiro destaca importância de recursos a fundo perdido da Finep

C&T Economia - Economia

O diretor da empresa Vemex, Breno Horta, enalteceu o apoio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), via subvenção econômica, ao desenvolvimento do Bólido CX1, o primeiro modelo brasileiro de handbike. A bicicleta pedalada com as mãos, voltada para atletas de alto rendimento foi desenvolvida em parceria com a Universidade do Vale do Paraíba (Univap), em São José dos Campos (SP), o projeto recebeu subvenção de R$ 1,05 milhão de novembro de 2013 a dezembro de 2015.

Horta lembrou que a Vemex participou, em dezembro de 2012, de uma chamada pública da – agência de fomento vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) – com recursos não reembolsáveis, em busca de produtos inovadores para treinamento e prática de esportes paralímpicos. "Sem esse capital, o Bólido CX1 jamais existiria", destacou. "Nenhuma micro, pequena ou média empresa teria condições para investir em um projeto desse porte. Isso eu considero como um dinheiro do contribuinte empregado para gerar emprego e renda e substituir importação. E em curto período de tempo, esperamos exportar para países da América Latina", projetou.


Embora tenha sido entregue no fim do ano passado à paraciclista Jady Malavazzi, patrocinada pela companhia, o Bólido CX1 não estará nos Jogos Paralímpicos Rio 2016. "Não houve tempo hábil para ela se preparar", disse Horta. É recomendado pelo menos um ano de treino para a adaptação da atleta ao equipamento. "Se tudo der certo, nós vamos ter nossa handbike nos Jogos de 2020, em Tóquio."


Com 13,5 quilogramas de peso, em liga de alumínio, o Bólido CX1 atende aos requisitos da União Ciclística Internacional (UCI) e possui amortecedor de direção, encosto de fibra de carbono e três rodas para se manter estável. A bicicleta tem um sistema eletrônico de monitoramento, responsável por transmitir em tempo real dados fisiológicos do paratleta e dinâmicas da handbike, como aceleração, velocidade instantânea e média, distância percorrida e rastreamento. Por segurança, o veículo tem para-choque, uma bandeirinha para auxiliar a visualização na rua e adesivos refletivos.

(Agência Gestão CT&I, com informações do MCTIC)

capes-financia-projetos-conjuntos-com-a-holanda-em-todas-as-areas-do-conhecimentoA Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) lançou o edital nº 27/2017, referente ao Programa Capes/Nuffic...
embrapii-desenvolvera-projetos-de-inovacao-com-empresas-brasileiras-e-britanicasCinco unidades e um polo da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) irão desenvolver sete projetos de inovação...
incobra-brokerage-event-disponibiliza-plataforma-para-identificacao-de-parceiros-e-agendamento-de-networkings Já está disponível uma plataforma virtual para que os participantes do INCOBRA Brokerage Event registrem-se e criem o seu perfil de...
fapesp-e-cdti-anunciam-financiamento-para-pesquisa-inovativaA Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e o Centro para el Desarrollo Tecnológico Industrial (CDTI) anunciam a...
metodologia-do-curso-para-elaboracao-e-gestao-de-projetos-da-abipti-e-enaltecida-por-alunos“O diferencial deste curso é que ele é completo, apresenta todo o Sistema Nacional de Ciência e Tecnologia para o aluno”, explica o...