Aplicativo do Observatório Nacional torna acessível informações da astronomia

C&T Inovação - BR

Conhecer o instante exato do nascer e do por do sol, saber as fases da lua e ter noções de astronomia. Tudo isso pode ser encontrado no aplicativo Astro, criado pelo Observatório Nacional (ON), que recebeu o registro do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) válido por 50 anos. Trata-se de um conjunto de ferramentas que aproximam a sociedade dos conhecimentos astronômicos.

"Lá tem o nascer e o ocaso do sol, as fases da lua, eclipses lunares e solares e, agora, colocamos as cartas magnéticas. As Forças Armadas e a aviação, por exemplo, usam elas. Um escoteiro que quer se dirigir para um determinado local e precisa calcular a declinação magnética, porque só com a bússola ele não vai se orientar, também usa as cartas. Se vai fazer uma viagem, por exemplo, e quer saber a que horas o sol vai nascer, pode usar o serviço também", explicou o pesquisador do ON, Carlos Henrique Veiga, que criou o aplicativo.

Segundo ele, o sistema do Astro foi desenvolvido em 1987, mas passou por uma reconfiguração feita por um estudante do Observatório Nacional para se tornar um aplicativo. Além das funções de astronomia, a ferramenta também oferece conceitos de geofísica, além de dados sobre marés e movimentos da Terra, como translação e rotação.

"São conceitos que a gente usa em astronomia e podem ser encontrados no Astro de uma maneira bem popular, com uma linguagem bem simples e principalmente com uma visualização em três dimensões. Isso é legal não só para as crianças, mas para que a população em geral possa compreender um pouco mais esses conceitos em uma linguagem acessível", disse Veiga.

Segundo o pesquisador, o registro no INPI dá credibilidade ao aplicativo. "Entendemos que a popularização da ciência e a difusão do conhecimento científico e tecnológico são fatores fundamentais para a construção de uma sociedade justa e participativa", ressaltou.

Clique aqui para acessar o aplicativo Astro.

(Agência Gestão CT&I, com informações do MCTIC)


capes-financia-projetos-conjuntos-com-a-holanda-em-todas-as-areas-do-conhecimentoA Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) lançou o edital nº 27/2017, referente ao Programa Capes/Nuffic...
embrapii-desenvolvera-projetos-de-inovacao-com-empresas-brasileiras-e-britanicasCinco unidades e um polo da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) irão desenvolver sete projetos de inovação...
incobra-brokerage-event-disponibiliza-plataforma-para-identificacao-de-parceiros-e-agendamento-de-networkings Já está disponível uma plataforma virtual para que os participantes do INCOBRA Brokerage Event registrem-se e criem o seu perfil de...
fapesp-e-cdti-anunciam-financiamento-para-pesquisa-inovativaA Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e o Centro para el Desarrollo Tecnológico Industrial (CDTI) anunciam a...
metodologia-do-curso-para-elaboracao-e-gestao-de-projetos-da-abipti-e-enaltecida-por-alunos“O diferencial deste curso é que ele é completo, apresenta todo o Sistema Nacional de Ciência e Tecnologia para o aluno”, explica o...