Tecpar desenvolve método inovador para produzir vacina antirrábica

C&T Sistemas Estaduais - BR

O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) é o único produtor no mundo que desenvolve a vacina antirrábica em escala industrial por processo de perfusão - método inovador que permite a obtenção da vacina com maior eficácia, reduzindo tempo e custos da produção. No ano passado, o instituto registrou a produção recorde de 15 milhões de doses do imunobiológico.

Em 2014 o Tecpar já havia cumprido a meta de produção e entrega de 10 milhões de doses da vacina antirrábica para o Ministério da Saúde. Neste ano, o objetivo é entregar para a pasta 31,5 milhões de doses da medicação, além de estudar a viabilidade de produzir a vacina contra a gripe H1N1.

De acordo com o diretor-presidente do Tecpar e presidente da Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa Tecnológica e Inovação (ABIPTI), Júlio Cesar Felix, o instituto produz vacinas de acordo com demandas e com o financiamento do governo.

“Temos a experiência em realizar projetos junto a empresas globais da área da saúde e, se houver interesse do Ministério da Saúde e do governo do estado [Paraná], temos capacidade técnica para buscar parcerias para transferir a tecnologia mais avançada e trazer uma vacina de última geração para a sociedade paranaense e brasileira”, afirmou Felix.

Pedido de patente

Outro ponto que explica o crescimento da produção foi o aprimoramento dos métodos produtivos, que permitiu o aumento do prazo de validade da nova vacina antirrábica desenvolvida pelo Tecpar, com autorização pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Até então, o imunobiológico era produzido com prazo de validade de 12 meses. Estudos internos feitos pelo instituto constataram que a estabilidade da vacina se mantinha inalterada por 24 meses.

O diretor-presidente do Tecpar ressaltou que o processo produtivo da vacina antirrábica usado pela entidade teve seu pedido de patente de invenção depositado no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi). “Isso significa que, enquanto o pedido for analisado, o método de produção da vacina contra a raiva veterinária usado pelo Tecpar tem uma expectativa de direito até o seu exame ser realizado pelo Inpi”, completou Felix.

Os resultados da produção de vacina antirrábica do Tecpar foram apresentados pelo diretor-presidente aos deputados que compõem a Comissão de Saúde Pública da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná (Alep).

(Agência Gestão CT&I, com informações do Portal Tecpar)


capes-financia-projetos-conjuntos-com-a-holanda-em-todas-as-areas-do-conhecimentoA Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) lançou o edital nº 27/2017, referente ao Programa Capes/Nuffic...
embrapii-desenvolvera-projetos-de-inovacao-com-empresas-brasileiras-e-britanicasCinco unidades e um polo da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) irão desenvolver sete projetos de inovação...
metodologia-do-curso-para-elaboracao-e-gestao-de-projetos-da-abipti-e-enaltecida-por-alunos“O diferencial deste curso é que ele é completo, apresenta todo o Sistema Nacional de Ciência e Tecnologia para o aluno”, explica o...
incobra-brokerage-event-disponibiliza-plataforma-para-identificacao-de-parceiros-e-agendamento-de-networkings Já está disponível uma plataforma virtual para que os participantes do INCOBRA Brokerage Event registrem-se e criem o seu perfil de...
fapesp-e-cdti-anunciam-financiamento-para-pesquisa-inovativaA Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e o Centro para el Desarrollo Tecnológico Industrial (CDTI) anunciam a...