Focos de incêndio no centro-norte podem aumentar, alertam pesquisadores

C&T Meio Ambiente - BR

O Grupo de Trabalho em Previsão Climática Sazonal (GTPCS) do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) alertou para a probabilidade de focos de incêndio e queimadas acima da média nos meses de julho, agosto e setembro na região central do País e no norte da Amazônia. Além disso, os pesquisadores concluíram que o fenômeno La Niña deve ter fraca intensidade no segundo semestre.

Segundo o chefe da Divisão de Operações do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Especiais (CPTEC), Gilvan Sampaio, o fogo ameaça, sobretudo, as matas do centro-norte do Brasil devido à previsão de calor e estiagem. "Esses são ingredientes que, se a gente juntar à questão de estarmos há vários meses com temperaturas altas e déficit pluviométrico, provocam um potencial de ocorrência de queimadas superior à média”, afirmou.


Sampaio destaca que a população deve ficar ainda mais atenta para não provocar queimadas. “Neste ano as pessoas têm que prestar mais atenção, porque nós temos a vegetação seca, as temperaturas altas e uma previsão de chuvas abaixo do normal", disse o pesquisador, que apontou ainda o registro de 3.568 focos de incêndio florestal em maio. "A gente observa com cuidado Tocantins, Mato Grosso e Goiás, porque neles nós tivemos um número maior de queimadas do que a média histórica."


A previsão para os próximos três meses é de temperaturas na média ou acima dela no centro do País e nas regiões Norte e Nordeste. No Sul e em parte do Sudeste, a chuvas devem ficar em torno da normal climatológica. "Muitas pessoas viram essas incursões de massa de ar frio no final de maio e começo de junho achando que poderia ser um sinal de um inverno mais rigoroso. Mas não. A previsão é de um inverno com temperaturas em torno da normal em todo o centro-sul do Brasil", explicou.

La Niña

Durante a reunião, o GTPCS analisou as condições climáticas, oceânicas e atmosféricas globais, a fim de delimitar a possível intensidade do fenômeno La Niña, que consiste no esfriamento da superfície das águas do oceano Pacífico tropical. Assim como o El Niño, sua ocorrência altera padrões de chuva e de temperatura ao redor do continente.


"Nós temos hoje, mês de junho, uma situação de neutralidade no oceano Pacífico. E as previsões indicam que teríamos possibilidade de configuração do La nina até o fim do ano, ou seja, ao longo do segundo semestre", disse. "Mas, se ele se configurar, deve ser de fraca intensidade. Para essa estação estamos prevendo que, em julho, agosto e setembro, este fenômeno não impacta nem a precipitação nem a temperatura do País."


O meteorologista associou o déficit de chuva em boa parte do Brasil em 2015, sobretudo no extremo norte e no norte da região Nordeste, ao fenômeno El Niño – aquecimento das águas do Pacífico. "A tendência indica menos chuva e temperaturas mais altas no Amapá, em Roraima e no norte do Pará. Já no leste do Nordeste, onde os meses de julho e agosto são chuvosos, a perspectiva é que continue como nos últimos meses, com chuvas abaixo da média."


Mensalmente, o GTPCS se reúne para analisar e discutir as condições climáticas e elaborar a previsão para o trimestre seguinte. A ideia é harmonizar resultados das unidades de pesquisa participantes: CPTEC, Centro de Ciência do Sistema Terrestre do Inpe (CCST), Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) e Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa).


(Agência Gestão CT&I, com informações do MCTIC)



capes-financia-projetos-conjuntos-com-a-holanda-em-todas-as-areas-do-conhecimentoA Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) lançou o edital nº 27/2017, referente ao Programa Capes/Nuffic...
embrapii-desenvolvera-projetos-de-inovacao-com-empresas-brasileiras-e-britanicasCinco unidades e um polo da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) irão desenvolver sete projetos de inovação...
incobra-brokerage-event-disponibiliza-plataforma-para-identificacao-de-parceiros-e-agendamento-de-networkings Já está disponível uma plataforma virtual para que os participantes do INCOBRA Brokerage Event registrem-se e criem o seu perfil de...
fapesp-e-cdti-anunciam-financiamento-para-pesquisa-inovativaA Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e o Centro para el Desarrollo Tecnológico Industrial (CDTI) anunciam a...
metodologia-do-curso-para-elaboracao-e-gestao-de-projetos-da-abipti-e-enaltecida-por-alunos“O diferencial deste curso é que ele é completo, apresenta todo o Sistema Nacional de Ciência e Tecnologia para o aluno”, explica o...